domingo, 20 de março de 2016

JULGAMENTOS IMEDIATOS


Já disse aqui que, no domingão, minha varanda dá de dez a zero em qualquer 'sessão da tarde' da vida.

Pois bem.
Lá estou saboreando uma deliciosa cerveja em contemplativo estado e me são apresentadas as seguintes cenas:

1. Negão com uma branquela mais velha. (Tá se dando bem, gigolando a veínha.)
2. Duas mulheres deitadas na areia quarando ao sol.
(Hmmm... Será que vai rolar alguma 'intimidade'?)
3. Dois homens deitados na areia quarando ao sol. (Eca!)
4. Uma mulher, num micro-biquíni, caminhando no calçadão. (Vagaba!)
5. Um mulato, cabelo rastafari, caminhando no calçadão. (Doidão!)

Todos esses julgamentos são instantâneos.
Frutos da minha idade conjugada com a minha criação.
Mas, graças a Deus, consigo anular tudo e, simplesmente, me dedicar a observar.
E aí, algumas contradições gritam na minha cara.

1. O negão e a veínha saem da água abraçadinhos, cheios de carinho. Chegam nas toalhas, ele pega um saco plástico e sai andando. Ela senta e fica olhando. Ele some. Mistééério!
2. As duas mulheres conversam animadamente, vão pra água conversando, saem da água conversando, secam conversando e vão embora conversando. Normal.
3. Os dois são gays. Disfarçam o quanto podem, vão pra água e não resistem a um disfarçado pero no mucho beijinho. (Eca!)
4. A mulher no micro-biquíni logo coloca uma canga e segue posando para fotos - certamente de alguma marca praiana.
5. Doidão ou não, o rastafari anda mais uns cinquenta metros e encontra a parceira com os artesanatos fajutos para vender aos turistas.

Fico feliz por conseguir combater a praga do julgamento instantâneo, tão em moda nos dias de hoje.
E você, ágil leitor, consegue?
Ou, pelo menos, tenta?
Tomara.

4 comentários:

  1. A reflexão é válida. Não se culpe nem tenha remorsos. Os julgamentos da nossa cabeça antiga estão alicerçados em outros valores e costumes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Triste é perceber, na galerinha de hoje, os mesmos 'outros valores e costumes'.

      Excluir
  2. Gostei muito da narrativa do ponto de vista de um observador.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os ares nordestinos estão colaborando, né não?

      Excluir