sábado, 17 de setembro de 2016

SALOMÃO SABIA DAS COISAS

The Byrds que, originalmente era formado por Jim McGuinn, Gene Clark e David Crosby, arrebentou no meio da década de 60 com
"Mr. Tambourine Man" do Bob Dylan e depois com essa "Turn! Turn! Turn!" do Pete Seeger (1919/2014)

Cujo era do balacobaco!

Pioneiro da música de protesto contra a guerra e a favor dos direitos civis, autor das canções "Where Have All the Flowers Gone?", "If I Had a Hammer" e "Turn! Turn! Turn!", que foram gravadas por vários artistas de todo o mundo.
"Where Have All the Flowers Gone?" foi popularizada por Marlene Dietrich Johnny Rivers e Peter, Paul and Mary; If I Had a Hammer", por Trini Lopez e Peter, Paul and Mary.

Na verdade, em Turn! Turn! Turn! ele só fez o título e a última frase: "I swear it's not too late".
O restante é de autoria do Livro de Eclesiastes, tradicionalmente designado como sendo o Rei Salomão.

Segue a letra:
To every thing there is a season, and a time to every purpose under the heaven:
A time to be born, and a time to die;
a time to plant, a time to reap that which is planted;
A time to kill, and a time to heal;
A time to break down, and a time to build up;
A time to weep, and a time to laugh;
a time to mourn, and a time to dance;
A time to cast away stones, and a time to gather stones together;
A time to embrace, and a time to refrain from embracing;
A time to get, and a time to lose;
A time to keep, and a time to cast away;
A time to rend, and a time to sew;
A time to keep silence, and a time to speak;
A time to love, and a time to hate;
A time of war, and a time of peace.


6 comentários:

  1. Grande Tiago,
    Tem uma versão acústica,de uma desconhecida,que gosto muuuuito.
    Abs,
    Mamba Buticária

    https://www.youtube.com/watch?v=o-jj4TkEIt4

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Suavezinha a criatura, né?
      Abraço, Sumidaço!

      Excluir
  2. Com esta você me surpreendeu, Grande Tiago! Nunca soube desta inspiração bíblica para Turn Turn Turn. E não é que ficou muito bom conjugando-se com o compasso da música?
    Vitor Lemos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ficou mesmo.
      Infelizmente, o mesmo não podemos dizer das diversas tentativas tupiniquins de se aproveitar do Carlos Drummond de Andrade, por exemplo.

      Excluir
  3. David Crosby, que eu só conhecia do Crosby, Stills, Nash & Young... Quem diria, no The Byrds. Valeu, Tiago.

    Gostei - muito - do ritmo da versão acústica mencionada em comentário acima. Mas não tanto da voz da cantora...

    ResponderExcluir