domingo, 16 de abril de 2017

TCHAU!

Cansei.

Após meses sem postar nada (um único "seguidor" reclamou da minha ausência) constatei minha inutilidade e encerro aqui a internética participação com esse singelo relato:

Almoço de páscoa (alguém ainda sabe o que significa "páscoa"?), depois de vários meses fiquei - realmente - conhecendo meu mais recente genro.

Cerveja, música, comida da melhor qualidade, a conversa se estende e descobrimos, depois de incontáveis e veladas dicas de ambas as partes, que partilhamos das mesmas opiniões sobre política.

Somos ambos de esquerda. E, muito importante, temos o mesmo hábito de frequentar sites de informação de todos os lados para filtrar as - hoje - pseudo notícias.

E, resumindo muito, chegamos a uma triste conclusão: não existe mais conversa sobre política.
Existe posição. Ou você é "esquerdopata" ou é "coxinha".
Que merda, hein?
Se considerarmos que a base de qualquer democracia é o diálogo... Fudeu!

Assim sendo, tenho a declarar que minha vontade era continuar procurando por pessoas que não se pautassem pelas redigrobo da vida, não se informassem pelos fêicibúquis da vida mas, desisti!

Sigam com suas posições radicais e estarão sempre contribuindo para a manutenção de tudo como sempre foi.
Ô povo besta!


(Grande abraço a todos os que, aparecendo ou não, me acompanharam por esse quase oito anos.)

6 comentários:

  1. Poxa! Acho péssimo vc encerrar. Vou esperar que a sua inquietude de traga de volta. Beijos querido.

    ResponderExcluir
  2. Qq isso? Sinta-se vivo e viva "a vida como ela é", meu irmão e grande amigo. Vc sempre foi e sempre será o nosso guru e mestre da critica do cotidiano e não pode nos privar deste seu lado alegre de viver a vida. Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Recentemente vi uma postagem que dizia: "a partir de hoje vou usar meu tempo só para mim, na hora que quiser, da forma que quiser e quem quiser que me acompanhe. Fui!
    Saudades de você meu amigo, até o fim de ano irei por aí. Abraços

    ResponderExcluir
  4. Grande Tiago, apesar de nunca ser esquerdista, mas, também, jamais adepto dos preceitos de direita, sempre apreciei das suas colocações e sempre gostei de trocar ideias no Blog. É uma atração que perco, e lamento a sua decisão de romper com o seu propósito após oito anos de estrada. Considere reconsiderar. Abração procê!

    ResponderExcluir
  5. Ih, Tiago... Tem mesmo que ser o funeral do Haja? Não pode ser assim uma parada pra ir à esquina ver a vida passar? Nóis num reclama do sumiço mais nóis lê... Mas faça, sim, o que achar certo.

    Além de ter sido seu leitor, você me deu espaço pra fazer nascer uns textos. Mais que isso, foi o pai da ideia. E por isso te sou muito grato mesmo. Abração

    ResponderExcluir